A importância da Gestão Financeira nos negócios de uma empresa

Entenda como fazer gestão financeira empresarial, qual a importância para a sobrevivência dos negócios e confira os erros mais comuns cometidos nessa função.

Assine nossa newsletter e receba em primeira mão dicas e materiais que irão ajudar sua empresa a crescer.

A eficiência em uma gestão financeira é fundamental, primeiro para garantir a própria sobrevivência do negócio, segundo para a sustentação e por fim para o crescimento

O principal benefício na excelência de uma gestão financeira é analisar a situação atual e conseguir uma visão clara para projeções de novos investimentos, para crescer o negócio obtendo mais receita e consequentemente aumentar o lucro da empresa.

Despertou o interesse pelo assunto? Continue a leitura, para se inteirar e também confirmar se sua gestão está sendo boa. Se tiver uma dica de como você faz a sua gestão, deixe nos comentários para ajudar os demais empresários e gestores financeiros!

O que é Gestão Financeira da Empresa?

Gestão Financeira da Empresa pode ser definida como o conjunto de ações administrativas relacionadas ao dinheiro da empresa.

A gestão financeira é uma das maiores responsabilidades de quem está à frente de um negócio. Todas as ações desta atividade têm impacto sobre o desempenho geral da empresa.

Essa atividade é realizada a fim de proteger e aumentar o patrimônio, afinal, o objetivo de qualquer negócio é a sustentabilidade e o crescimento. Uma boa gestão é aquela que otimiza o uso dos recursos e aprimora as competências da empresa para, a partir disso, gerar rentabilidade e prosperidade.

Qual a importância da Gestão Financeira empresarial?

A gestão financeira é de extrema importância para um negócio, independente do seu porte ou do segmento de atuação. Ela permite uma administração correta dos recursos, viabilizando o fortalecimento e crescimento.

Além disso, é muito importante destacar, que a eficiência na gestão financeira ajuda a reduzir gastos desnecessários, otimizando os resultados e aumentando o lucro.

A saúde financeira também é um diferencial em momentos de crise. Para garantir a consistência diante de possíveis imprevistos, é de fundamental importância que essa já seja uma prática enraizada. Portanto, desde o primeiro dia de funcionamento de um negócio, já é necessário fazer gestão financeira.

Quais os pontos essenciais para uma boa gestão financeira na empresa?

Esse processo envolve todas as ações relacionadas ao planejamento, controle e análise de atividades financeiras. 

  • Planejamento: é a projeção de entradas e saídas do fluxo de caixa da empresa, juntamente com a definição de diretrizes e metas para curto, médio e longo prazo;

  • Controle: é o ato de registrar todas as movimentações, incluindo entrada e saída de caixa, contas a pagar e a receber, custos e despesas, lucros, investimentos, etc; e

  • Análise: é o estudo do que foi registrado em busca de melhorar a tomada de decisão, fazendo escolhas mais assertivas para resultados mais satisfatórios.

Vamos a um exemplo de uma situação típica nas empresas:

SITUAÇÃO/OBJETIVO:
Germano tem uma empresa atacadista do setor papeleiro e almeja expandir o espaço de atendimento.

O QUE FAZ PARA ATINGI-LO?
Segue à risca os passos do planejamento financeiro anual;

Avalia o histórico de faturamento e as projeções de receita;

Realiza o controle de tudo o que entra e sai (fluxo de caixa);

Faz um preciso registro de todas essas informações e analisa a situação da planilha com frequência. 

Dessa forma, Germano poderá saber exatamente quando é o momento certo para investir na expansão do ambiente, minimizando riscos, tomando uma decisão mais assertiva.

Quais são os pré-requisitos para um bom gestor financeiro?

Ter organização pessoal é requisito indispensável e que deve ser intrínseco para o executor da função. Um gestor que não consegue se organizar para separar o caixa da empresa do particular está fadado ao fracasso.

Ter perfil analítico e ponderado, pois são skills que balizam o equilíbrio das contas, capacitam o gestor a identificar possíveis fiascos de investimento e oportunidades de crescimento.

Manter-se atualizado por meio de notícias do segmento, de conversas com a contabilidade, cursos e benchmarks.

Gestão financeira na prática

É claro que a forma de fazer gestão, bem como as ferramentas e estratégias utilizadas, podem variar de acordo com o perfil da empresa, com o método utilizado, com a sabedoria técnica do gestor e com o ramo de mercado, entre outras características, mas, algumas regras são primordiais e aplicáveis a todos os modelos e portes de negócio.

          1. Planejamento financeiro

Toda a gestão é baseada num planejamento. Sim, mesmo porque como é que você vai saber para onde rumar, sem ao menos saber o caminho que irá traçar?

Neste planejamento, deverá conter os objetivos, as metas e os indicadores. Ao elaborar esse documento, é importante criar metas que condizem com a realidade da empresa e do mercado.

Além de pontuar os objetivos, é necessário elencar estratégias e ações para alcançá-los. 

Aqui na agência, fazemos todo final de ano, um planejamento para o ano seguinte.

Começamos pontuando os objetivos, esses que sugerimos ser no máximo 3, que se comparados a um destino de viagem, seria o lugar para onde se quer chegar. 

Exemplo: a Conteúdo Conecta definiu como objetivo 1 receber leads mais qualificados em suas campanhas de anúncios e como objetivo 2 aumentar o lucro da empresa, esse obviamente que não está atrelado ao aumento do faturamento, mas isso é assunto para um outro artigo.

Após definir os objetivos, defina as metas, essas que diferentemente dos objetivos podem ser várias, que serão guias para atingir cada um deles, essas que na analogia da viagem seria o meio de transporte e a estrada que serão usadas para chegar no lugar objetivado.

Vamos supor que a meta para atingir o objetivo 2 seja reduzir custos operacionais. A estratégia pode ser a realização de um mapeamento detalhado de custos e verificação quanto a real necessidade deles. As ações podem ser, por exemplo, identificar novos fornecedores e novos stakeholders que ofereçam soluções otimizadas.

O planejamento também já deve prever quais métricas – KPI’s (indicadores de performance) – serão utilizadas para acompanhar o desempenho das ações e estratégias realizadas.

É importante que esse documento seja revisto periodicamente.

          2. Orçamento

Elaborar um orçamento também é regra básica na gestão financeira empresarial. Ele deve apontar quais recursos serão alocados em cada departamento. 

Esse é um documento que permite ter uma visão global da empresa, garantindo a possibilidade de elencar quais são as prioridades, além de manter um controle mais eficiente, evitando a escassez de recursos ou investimentos desnecessários com aquilo que não é prioritário para a empresa neste momento.

O orçamento pode e deve ser renovado/revisto anualmente.

          3. Ferramentas

Para uma gestão efetiva é fundamental o uso de ferramentas. Softwares especializados em gestão e automação oferecem maior agilidade, precisão, qualidade e segurança. Como diz o ditado clichê: “tempo é dinheiro”, portanto não despreze a possibilidade e não se engane ao pensar que investir em uma ferramenta se trata de mais custo para a empresa.

Dependendo do tamanho do negócio, pode-se optar por diferentes ferramentas, que suportem todas as necessidades.

A tecnologia é uma importante aliada em todos os departamentos de uma empresa. Quem não se atualiza, fica para trás. O mercado exige cada vez mais rapidez nos processos e para manter-se competitivo, aderir a ferramentas mais eficientes é questão de sobrevivência.

Quais outras atividades podem compor uma gestão financeira?

  • Controle do fluxo de caixa;
  • Gestão de pagamentos e cobranças;
  • Acompanhamento e gestão do capital de giro;
  • Controle de notas fiscais;
  • Apuração e avaliação de resultados;
  • Controle de estoque; e
  • Propostas de melhorias.

Por que falamos tanto em medir resultados?

A gestão não é um processo fechado que tem início, meio e fim. Ela é feita de vários ciclos e necessita de estratégias e senso analítico para obter uma  contínua progressão de resultados.

Isso visa entender como as estratégias adotadas se comportam, quais os resultados obtidos por meio delas e se há necessidade de alterações, visando sempre aprimorar o planejamento, seja na estratégia ou nas iniciativas para atingir os objetivos.

É por isso que determinamos como essencial a utilização de métricas, afinal o que não é medido, não pode ser melhorado.

Quais erros os empresários cometem na gestão financeira da empresa?

Os erros mais comuns cometidos em uma gestão financeira de empresas são:

  1. Falta de conhecimento sobre os processos de gestão financeira. Um gestor deve conhecer e entender cada operação para que possa identificar possíveis problemas;
  2. Misturar CPF com CNPJ, isso pode onerar o fluxo de caixa, comprometer o funcionamento da empresa e prejudicar o capital de giro. É essencial saber separar as coisas, mesmo que em pequenos negócios. Se você é dono e trabalha na empresa, ou seja, é funcionário, também necessita ter um salário e precisa conduzir dessa forma, se quiser fazer o que é mais saudável para a saúde financeira da empresa;
  3. Não analisar o desempenho, desconhecer a saúde financeira da empresa, o potencial de crescimento e se o negócio é ou não lucrativo e, principalmente, próspero;
  4. Má gestão do Capital de giro, comprometendo a manutenção e continuidade da empresa;
  5. Falta de organização com documentos contábeis e notas fiscais;
  6. Resistência a utilização de softwares e ferramentas de gestão.

Como está a gestão financeira do seu negócio?

Pode ser momento de reavaliar as estratégias e inovar nas soluções empresariais para o setor. Esperamos que esse conteúdo possa somar na administração mais eficiente dos recursos.

Não deixe de navegar pelo nosso Blog e conferir outras informações importantes sobre negócios, marketing digital, produtividade, lazer e muito mais.

Visite também o nosso site e conheça mais sobre o trabalho desenvolvido por nossa equipe. Se você precisa aumentar as suas chances de vender, melhorando a comunicação e o posicionamento da sua marca, nós temos a solução!

Clique aqui se quiser conhecer nosso método de trabalho.

Achou interessante?
Compartilhe com quem você acha que irá gostar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Continue Lendo!