como traçar metas para minha empresa | Conteúdo Conecta Agência de Marketing para PME
Daniel Banin

Daniel Banin

Daniel Banin é CEO da Conteúdo Conecta - Agência de Marketing. Empreendedor, apaixonado por marketing e especialista em estratégias para negócios PME.

Considerando uma famosa frase do pai da Administração moderna, Peter Drucker, “Se você não pode medir, não pode gerenciar. ” 

Toda empresa tem um objetivo final, que se chama lucro. Mas, para atingir esse pote de ouro no final do arco-íris é preciso que a empresa estabeleça metas, que devem ser simples e fáceis de cumprir.

É trabalho jogado fora estabelecer metas e não as cumprir. O empreendedor precisa fazer a medição, o que pode ser feito por meio de indicadores e assim ele conseguirá gerenciar a empresa.

Neste artigo iremos falar sobre metas, e um dos métodos mais utilizados, que são as Metas SMART.

E para falar de metas, também precisamos falar sobre a identidade organizacional da empresa, os famosos tópicos Missão, Visão e Valores, que define respectivamente quem ela é, onde quer chegar e apoiada em quais valores morais.

Quer saber mais?  Vamos lá.

 

O que são metas SMART?                

São metas estabelecidas por empreendedores para ajudar a medir e alcançar os objetivos da empresa, de forma mais simples e tangível, como definição de processos das áreas e aumento da produtividade dos funcionários, resultando em melhores resultados para o negócio. As metas SMART, são assim chamadas, não somente porque é a tradução de “inteligente”, mas por possuírem 5 propriedades: S para específico, M para mensurável, A para atingível, R para relevante e T para temporal.

Veremos a seguir o significado de cada propriedade da Meta SMART:

S = specific (específico)

A meta precisa ser específica, ou seja, bem detalhada e mais clara possível.

Para ser específica, vamos pensar que queremos aumentar a venda mensal de brinquedos da empresa em 15% e será necessário responder a algumas perguntas, como:

  • Quem está envolvido? Todos os vendedores da empresa.
  • O que queremos alcançar? Aumentar a venda mensal de brinquedos em 15%.
  • Por que queremos atingir essa meta? Para ajudar no aumento do faturamento da organização.
  • Como ela será alcançada? Com a divulgação dos brinquedos e suas especificações nas mídias sociais.

M = measurable (mensurável)

É necessário estabelecer um padrão para definir o crescimento de cada meta definida.

Para ser mensurável, e pensando no aumento da venda mensal dos brinquedos, pode-se responder às perguntas:

  • Em quanto tempo a meta será alcançada? Em seis meses.
  • O que querem alcançar com ela? Aumento do faturamento da empresa.

A= attainable (atingível)

A meta não necessariamente precisa ser fácil, mas é preciso se perguntar se ela é possível de ser alcançada.

Para saber se uma meta é alcançável, é importante responder a algumas perguntas:

  • Com base no histórico de vendas da empresa, é possível atingir a meta? Sim.
  • Por que é possível alcançá-la? O mercado aponta um crescimento no número de crianças desejando tal brinquedo. É uma nova mania nacional.
  • Os vendedores acreditam que é possível atingir a meta? Sim, pois além de sentirem no dia a dia a demanda por tal produto, o novo canal de vendas (internet) também ajudará no batimento da meta.

R = relevant (relevante)

A meta precisa ser relevante e trazer resultados para a empresa e auxiliar no seu crescimento. É necessário se perguntar se essa meta é realmente importante para a empresa, e ela precisa estar de acordo com a identidade organizacional.

Se a organização estabelecer a meta de que vai reduzir em 30% o desperdício na produção de tênis, no período de 6 meses, para diminuir o preço e aumentar as vendas, fica evidente que se for alcançada, ela vai impactar diretamente no lucro e faturamento da organização, sendo uma meta relevante.

T = time based (ou temporal)                

O estabelecimento de um prazo é muito importante, pois a meta se torna real e palpável. Se um objetivo é criado e não tem um tempo determinado, ele poderá ser alcançado em dois dias, seis meses, cinco anos, ou seja, não tem foco.

Criando uma meta: Uma loja de roupas infantis, que ainda não vende brinquedos, passará a vender no próximo mês. Ela quer acelerar as vendas de brinquedos em 10 meses (temporal). O objetivo é aumentar o faturamento da empresa em 40% (específica), pois ao diversificar as vendas, ela vai aumentar o número de clientes.

A meta acima está relacionada à área de vendas da empresa. Além de temporal e específica, ela pode ser considerada mensurável (analisar se a ação foi realizada e se você consegue medi-la) e relevante (afinal de contas, clientes são um valor importante para a empresa). E por fim, uma meta atingível.

E para não confundir mais objetivo e meta, é só ter em mente que o objetivo é o que eu quero alcançar e a meta é o detalhamento desse objetivo.

O que a identidade organizacional da empresa tem a ver com metas?

Recapitulando, a identidade organizacional ou tríade da empresa é composta pela missão, visão e valores, que definem quem a empresa é, onde ela quer chegar e apoiada em quais valores morais.

E é fundamental reforçar que essa tríade organizacional não são os objetivos da empresa, mas elas “norteiam” os objetivos da organização e é como se fosse uma bússola para orientar o seu caminho.

E para se chegar nela, é preciso estabelecer metas.

A Empresa X é nova e acaba de definir a sua identidade:

Missão: Produzir conteúdo de qualidade para micro e pequenos empreendedores.

Visão: Ser líder de produção de conteúdo, na região sudeste brasileira, dominando 75% do mercado em um ano.

Valores: Conhecimento, técnica, cooperação, simplicidade, ética e produtividade.

Tomando como base a identidade organizacional da empresa, é possível construir indicadores mensuráveis para atingir essas metas.

E é importante fazer algumas perguntas e respostas para criar os indicadores, como:

1) O que devemos fazer para sermos líderes na produção de conteúdo na região sudeste brasileira?

Fazer contrato com bons freelancers de produção de conteúdo.

E onde encontramos esses freelancers?

Em plataformas que fazem intermediação de serviços entre empresas e freelancers, LinkedIn e grupos de produção de conteúdo no Facebook.

E como saber a qualidade do serviço desses freelancers?

Por meio de portfólios e depoimentos dos clientes deles.

2) Como praticar o valor “conhecimento” para atingir as metas da empresa?

Dentro do valor conhecimento, os funcionários da empresa precisam ter curiosidade, aprender e ensinar.

Sendo assim, como o empreendedor pode estimular o conhecimento?

Por meio de treinamentos, e assim o funcionário que fez o treinamento poderá replicá-lo para os demais colaboradores da sua área ou dependendo até de outras áreas, caso o treinamento em questão tenha ligação com outras áreas da empresa.

Viu como não é um bicho de sete cabeças criar um indicador? Com essas perguntas e respostas fica mais simples.

E pensando na identidade organizacional da empresa fica mais fácil criar indicadores para as metas.

Elas auxiliam na criação de indicadores e por meio deles podemos visualizar semanalmente, quinzenalmente ou mensalmente se as metas estão sendo atingidas.

 

Conclusão

Finalmente, para atingir as metas de uma empresa, é preciso ter foco e utilizar métodos como as metas SMART.

E na hora de elaborar a meta é preciso entender que elas devem ter curto prazo para não desmotivar os colaboradores e também entender que imprevistos podem acontecer, e algumas metas poderão ser estendidas, mas não muito para não perder o foco.

E aí, você já traçou as metas deste ano para a sua empresa? Alguma consideração ao que foi trazido neste post? Deixe seu comentário! Queremos saber sua opinião. 

 

 

 

Deixe uma resposta

nove + vinte =

Inscreva-se e receba nossas novidades

Receba uma Análise Gratuita!

Receba uma análise gratuita de suas Redes Sociais ou Website. Recomendaremos o melhor serviço para sua empresa.

LEIA TAMBÉM...

Fechar Menu